Roberto Rocca nasceu em Milão em 1922. Na sua juventude, na Itália, fundou junto ao seu pai, Agostino, a Techint, uma companhia originalmente dedicada à engenharia e à construção. Em 1950, fez doutorado em Engenharia Metalúrgica no Massachusetts Institute of Technology (MIT) e dedicou mais de 50 anos, até sua morte em 2003, à promoção do desenvolvimento da presença mundial que o Grupo Techint tem na atualidade.

Quando Roberto Rocca sucedeu o seu pai em 1978, a Techint era um grupo com 15 mil funcionários, duas instalações para a fabricação de aço na Argentina e um negócio internacional de engenharia e construção, concentrado principalmente na América Latina. Nos anos seguintes, ele seria responsável pelo crescimento das atividades industriais da Techint através de uma série de investimentos em aciarias e em pesquisa e desenvolvimento.

Na década de 1990, as atividades de tubos de aço da Techint se estenderam com a incorporação da Tamsa, no México, e da Dalmine, na Itália. Em 1996, Roberto Rocca se tornou Presidente da Dalmine. Depois destas aquisições, foram incorporadas outras unidades de produção de tubos de aço no Japão, Canadá, Brasil e Venezuela e, em 2002, foi criada a Tenaris, que na atualidade opera também com uma unidade na Romênia e negocia suas ações na Bolsa de Valores de Nova York [New York Stock Exchange], Milão, Buenos Aires e México. Roberto Rocca foi nomeado o primeiro Presidente da Tenaris.

Na década de 1990, Roberto Rocca dirigiu outro importante projeto de aço: a criação de um pólo integrado de atividades de produção de aço plano em torno da Siderar, na Argentina. Com a compra da Sidor, na Venezuela, no fim de 1997, o Grupo Techint tornou-se um dos principais players no mercado da América Latina de produtos de aço plano e longo. A visão empreendedora de Roberto Rocca foi confirmada poucos anos mais tarde com a compra da Hylsa, importante fabricante de aço mexicana, e a posterior criação da Ternium, que também negocia suas ações na Bolsa de Valores de Nova York.

Como reconhecimento a sua visão pioneira, Roberto Rocca recebeu, em 1999, o Prêmio Willy Korf, o mais importante título internacional para empresários da indústria siderúrgica.

Ao longo da sua vida, Roberto Rocca demonstrou constante preocupação com a educação, e apoiou diversas iniciativas destinadas ao ensino, em todos os níveis, e à pesquisa. Considerando esse compromisso e sua convicção de que os engenheiros foram a força para uma mudança positiva na sociedade, os patrocinadores acreditam que o Programa Educacional Roberto Rocca é uma digna homenagem para o homem e sua obra.